Acontece na SAHE at home – Debates sobre Oncologia no Brasil marcam a Masterclass de Saúde Pública

 Acontece na SAHE at home – Debates sobre Oncologia no Brasil marcam a Masterclass de Saúde Pública

Paulo Hoff, presidente da Oncologia D’Or; Carmino Souza, Secretário Municipal de Saúde de Campinas; Mauro Junqueira, do Conasems, debatem o futuro da Oncologia no Brasil

Foi dada a largada ao maior evento de educação executiva na Saúde da América Latina. Nesta segunda-feira (25/1), aconteceu o primeiro dia de debates da South American Health Education (SAHE), excepcionalmente neste ano a SAHE at home, evento 100% online.

O evento, que tem como tema “Lidere a Transformação”, traz quatro masterclass por dia. Um deles foi o Masterclass de Saúde Pública, com conteúdo assinado pelo secretário-executivo do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira.

Abrindo as discussões, Rodrigo Faleiros, Assessor Técnico do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, o CONASEMS, palestrou sobre o tema “Contextualização da política de Oncologia no SUS.” Na aula, o executivo pontuou sobre a execução da legislação voltada para a oncologia. “Não basta somente ter uma lei. É preciso ter condições básicas para fazer com que a mesma seja cumprida”. Em seguida, Junqueira entrevistou o executivo sobre os desafios e expectativas da política de Oncologia do SUS.

Já na segunda aula do Masterclass de Saúde Pública, o tema explanado foi “Experiência da Secretaria Municipal de Campinas com o registro de base populacional e o Modelo de Centros Integrados em Oncologia.” O professor desta aula foi Carmino Souza, Secretário Municipal de Saúde de Campinas em São Paulo e Diretor do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

O executivo defende a importância de se investir nas redes de oncologia. “Todo país avançado como o Brasil deve construir Centro Oncológico de referência, dedicado exclusivamente ao estudo e ao tratamento de tumores.”

Ainda participou da explanação o presidente do Masterclass de Saúde Pública, Mauro Junqueira, que entrevistou o executivo sobre a temática.

Fechando o evento do dia, a terceira aula do fórum trouxe a palestra do Professor Titular de Oncologia da USP de São Paulo e Presidente da Oncologia D’Or, Paulo Hoff.

Com o tema “Oncologia geral de Adultos, Crianças e Oncohematologia”, o profissional trouxe a importância de dados nos tratamentos contra o câncer. “Quando falamos em saúde pública, os novos tratamentos contra o câncer são caros. Dessa forma, as pesquisas translacionais são importantes para que não desperdicemos tratamentos que não terão benefícios.”

Dando sequência a aula, Cláudio Galvão, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica, palestrou sobre “Oncologia geral de crianças”.

Na aula, o executivo explanou sobre a política do atendimento do câncer infanto-juvenil. “Esse tipo de assistência tem uma realidade diferente das demais especialidades, pois apesar do menor número de pacientes, requer mais tempo de internação do paciente.”

Seguindo o cronograma da aula, o Coordenador da Hematologia no Grupo Oncologia D’Or e Professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Eduardo Rego, palestrou sobre Oncohematologia. O executivo explicou apontou os desafios do tratamento da Leucemia mielogênica aguda. “É preciso garantir a rápida identificação da doença, maior acesso a testagem e aumentar o número de leitos específicos para pacientes com esse tipo de condição.”

E para encerrar a discussão, o ex-secretário Municipal de Saúde de Campinas-SP e Diretor do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Carmino Souza, fez uma análise do setor oncológico. “O Ministério da Saúde deve reconhecer este segmento. Ele deve estabelecer e apoio os sistemas de referência e contra referência, de suporte e hierarquização em todos os setores.”

Clique aqui e confira a agenda de conteúdo para esta semana.

Ainda dá tempo de você participar da Semana da Educação na Saúde.

Clique aqui e se inscreva!