Acontece na SAHE at home – Ricardo Valentim, embaixador da SAHE, apresenta suas contribuições no Palco da Transformação

 Acontece na SAHE at home – Ricardo Valentim, embaixador da SAHE, apresenta suas contribuições no Palco da Transformação

O Professor e coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte falou sobre o enfrentamento de crises sanitárias

O Palco da Transformação recebeu, no terceiro dia da South America Health Education (SAHE), a palestra de Ricardo Valentim, Professor e coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e também Embaixador da SAHE, com o tema “Resiliência e Responsividade para enfrentar crises sanitárias”. Esse momento do evento busca uma visão global com lideranças de diversas especialidades que discutem ideias e pensamentos sobre um universo mais amplo que a saúde.

Ricardo iniciou sua apresentação ressaltando as várias dicotomias e equívocos que ocorreram durante o gerenciamento da pandemia da Covid-19. “Apesar de nós termos um mundo globalizado, nós ainda não temos um mundo totalmente integrado como ocorre na área econômica […] as informações que têm volatilidade e trafegam de um país para outro, de maneira muito rápida, não estão integradas dentro de um sistema único onde eu consiga ver a saúde global”.

De acordo com o professor, o vírus de ordem multifatorial provoca os gestores para pensarem a transdisciplinaridade. “Se houvesse uma ação coordenada e planejada com uma liderança internacional e lideranças nacionais que conseguissem orquestrar melhor as tomadas de decisões, com certeza o dano seria menor, e lideranças que conseguissem pensar esse problema de maneira holística”.

O professor também falou sobre a qualificação como requisito para a resiliência, propondo a educação como uma agenda transformadora. “É impossível a gente falar de resiliência em sistema de saúde sem trazer a pauta educação […] A educação é o melhor caminho e é uma educação em modelo de escala, mediado por tecnologia e ao longo da vida”. Por fim, foram apresentados alguns exemplos de responsividade, destacando algumas ferramentas como a telemedicina e a atuação do LAIS.

Posteriormente, os inscritos puderam escolher entre os masterclasses de Sustentabilidade na Saúde, ABRAIDI/ABIIS, Saúde Suplementar e Tecnologia. Ao todo, são mais de 20 masterclasses e 70 horas de conteúdo.

A South America Health Education, excepcionalmente neste ano SAHE at home, é realizada em formato 100% digital. A edição, que se estende até sexta-feira (29/1), tem como tema “Lidere a Transformação” e reúne líderes de diferentes segmentos das esferas pública e privada da Saúde para proposições no setor.

 

Clique aqui e confira a agenda de conteúdo para esta semana.

Ainda dá tempo de você participar da Semana da Educação na Saúde.

Clique aqui e se inscreva!