Mauro Junqueira, do Conasems, aposta em mudanças positivas em um mundo pós-pandemia

 Mauro Junqueira, do Conasems, aposta em mudanças positivas em um mundo pós-pandemia

Mauro Junqueira, do Conasems, aposta em mudanças positivas em um mundo pós-pandemia

As recordações da infância e juventude de Mauro Junqueira, secretário executivo do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), remetem à cidade de São Lourenço, no Circuito das Águas de Minas Gerais. Naquela época, Junqueira confessa sua vontade por ser veterinário, mas o destino reservou surpresas. 

Para custear seus estudos, ainda jovem Junqueira ingressou para o mercado. Em 1986, aos 18 anos, passou a trabalhar na Prefeitura de São Lourenço como o primeiro servidor contratado para a Vigilância Sanitária. “Foi ali que acabei me apaixonando pela Saúde Pública”, declara.

Junqueira lembra que não conhecia o setor e que a infraestrutura também não era bem consolidada. “Era uma época que o Sistema de Saúde era o chamado Ações Integradas de Saúde, em que somente o trabalhador tinha acesso ao atendimento médico.”

Apesar dos obstáculos, Junqueira afirma que foi uma grande oportunidade de participar efetivamente a discutir as grandes políticas. “Foi ali que começaram as grandes transformações na saúde que, em 1988, com a Constituição, garantiria o direito ao acesso a Saúde e, mais tarde, o surgimento do SUS. Foi incrível participar de todo esse processo.”

Junqueira formou-se em Ciências Contábeis pela UNINCOR Três Corações em 1994. “Naquela época, trabalhar com os recursos da saúde era completamente diferente de hoje, inclusive na parte de repasse das prefeituras e contrato com os hospitais. Por isso, busquei pela área de contábeis.”

Também já foi Secretário Municipal de Saúde de Lambari, São Lourenço e Carmo de Minas. “Me especializei em Saúde Pública e Administração de Serviços de Saúde pela UNINCOR Três Corações/MG. Tudo isso, com muita luta e trabalhando para pagar meus estudos”.

Em 2008, Junqueira passou a ser presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais e, em 2015, a diretor Financeiro do Conasems. Foi então que, em 2017, ele assumiu a presidência do Conselho. “Foi uma experiência muito importante na minha vida. Ressalto o tanto que aprendi para poder devolver em trabalho para o SUS”, pontua. Atualmente, Junqueira é secretário-executivo da entidade.

Ações em prol de todos

Defensor do SUS, Junqueira fala sobre a atuação do setor da Saúde Pública frente à pandemia do novo coronavírus. “Nós não esperávamos passar por um ano tão difícil e desafiador. Em 90 dias, nós ampliamos em 13 mil leitos de UTI no país. Apesar das perdas de vidas, também salvamos muitas”.

Com esse cenário, Junqueira fala sobre a mudança no olhar político do setor Público. “No Congresso Nacional, pouco se falava do SUS e muito sobre corrupção. Agora, muita gente voltou o entendimento de que o Sistema Único de Saúde é importante e que sem ele viveríamos no caos.”

Mas o secretário do Conasems ressalta ainda que há muito o que enfrentar diante dessa pandemia. “Com o isolamento social, a população se afastou das unidades de Saúde. Muitas pessoas deixaram de fazer exames, cirurgias, diagnósticos. Poderemos ter grande passivo na área de Saúde para a próxima gestão municipal”, sublinhou.

Apesar disso, Junqueira acredita que o SUS sairá fortalecido no chamado pós-pandemia, por meio de um novo olhar da população e dos políticos quanto ações públicas no setor. “Saúde não é gasto, saúde é investimento. Quando você investe na saúde da população, você tem uma população saudável e, obviamente, uma população trabalhadora que vai gerar riquezas ao país.”

Trajetória de dedicação

Apaixonado pela Saúde Pública, Junqueira afirma que é preciso seguir lutando por um setor mais digno e igualitário. “Em qualquer ramo de atuação, o segredo é não desistir. Sempre fui em busca do que queria aprender e colocava em prática o que acreditava”, aponta.

Junqueira ressalta também o trabalho em equipe como propulsor para o sucesso da vida profissional. “Sempre dividi com os meus pares os meus conhecimentos, além de sempre buscar fontes de atualização também. É preciso ter vontade de trabalhar e não ter vergonha de dizer que não sei e que estamos aqui para aprender.”

E é assim que Junqueira pretende continuar a sua atuação no Conasems. “O segredo é ser propositivo e sempre estar à disposição para poder participar, partilhar, ajudar e construir.”

Confira essa matéria na íntegra e outros conteúdos exclusivos clicando aqui.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.